Infiel, eu sou

Segundo o Wikipedia, livre-concorrência é “Situação do regime de iniciativa privada em que as empresas competem entre si”.

 A primeira vista, a concorrência perfeita faz com que os preços sejam determinados pela oferta e pela procura, o que acaba sendo, na maioria das vezes, um benefício para nós. Porém, além do preço final, a concorrência faz com que o produto melhore a qualidade, melhore os serviços agregados, e em alguns ramos, aconteça uma corrida tecnológica.

Somos consumidores, clientes e usuários finais. Não necessariamente nessa ordem e às vezes tudo junto. O problema está quando passamos a ser torcedores. Podemos ser torcedores do Flamengo, Corinthias ou Vasco. Gritar com toda força “Flamengo até morrer”, ou algo do gênero. Mesmo em uma fase ruim, estamos lá, torcendo pelo nosso time do corãção. Mas ser um torcedor da Microsoft, Apple ou qualquer outra empresa de qualquer outro ramo, nunca! Jamais!

Antes de tudo, as empresas têm que nos conquistar. Com seus produtos, garantia, atendimento e serviços que nos facilitam a compra e a utilização do produto. Conseguindo manter um preço bom, melhor ainda. E depois que damos nossa confiança a marca, ela ainda tem uma tarefa muito importante: continuar nos conquistando, claro. Porque senão a deixamos, sem nenhum ressentimento.

Só porque gostamos e nos adaptamos com determinado produto, não faz com que tenhamos que vestir uma camisa da empresa e nos tornarmos vendedores sem ganhar um centavo por isto. Esse trabalho que fique com os que tem carteira assinada para tal.

De fato, nenhum produto é perfeito. Quanto mais a empresa que criou. Sempre existirá espaço para melhoras e para novidades. E o nome disso é oportunidade. Mesmo que um produto seja líder absoluto nas vendas e com uma fatia esmagadora de market-share. Existe uma infinidade de empresas que viram sua fatia diminuir. A Sony criou o primeiro toca-fitas, o primeiro discman, mas deixou o mercado de MP3 Players escapar pelas mãos (Pelo menos, por enquanto). Vejam só o Lotus123, ICQ e Netscape. A IBM balançou algumas vezes. Exemplos não faltam. E tudo isso aconteceu por causa de alguma evolução, alguma coisa diferente. Aquilo que ninguém pensou que poderia acontecer. Mas infelizmente, em pleno século XXI, ainda existem pessoas que não acreditam nisso.

Um dos problemas que acaba com a evolução e com a livre-concorrência é alguma das milhões variações das seguintes frases:
“Não troco meu iPod por nada nesse mundo!”
“Não consigo me imaginar usando outro sistema operacional que não seja Windows XP!”
“As batatas do McDonalds são as melhores, então nem experimento outras.”
Pessoas que pensam desta maneira estão fadadas a trabalhar com uma ferramenta arcaica durante um bom tempo. E se o mundo dependesse delas, estaríamos acendendo nossas lareiras batendo pedras.

Por isso dependemos de uma mente aberta. Assim nós poderemos sempre ter acesso ao bom, bonito e barato.

Gostaria de terminar este post com um juramento. O juramento dos não fiéis. A todos os outros que quiserem, podem levantar a mão direita e repetir em voz alta. ( Mas se quiser só ler e fazer já tá bom. )

“Enquanto meu salário não estiver associado a vender determinado produto em nome de tal empresa, serei fiel apenas ao que funciona e ao que melhora minha qualidade de vida! ( e ao meu bolso! ). Estarei sempre atendo as novidades do mercado, não acreditando somente no que dizem as propagandas, não fazendo ou comprando algo porque todo mundo o faz. Consumirei meus produtos sem fazer distinção de marcas. Serei um eterno solteiro, sem me comprometer em nenhum tipo de relação conjugal com qualquer empresa.

São com essas palavras, que eu concedo a mim mesmo, o direito de ser infiel! Amém!”

Publicado em outubro 14, 2008, em Uncategorized e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: